Caixa de Areia Pluvial com Grelha 100x100cm.

Caixa de Areia Pluvial com Grelha 100x100cm.

Localização: Projeto deve indicar o local onde está sendo utilizado o produto especificado.

a) Especificação dos materiais:

Caixa de areia pluvial com grelha 100×100 cm – dimensão interna, executada “in loco” em alvenaria convencional, executadas em tijolos maciços assentados com argamassa de cimento e areia, com espessura total de 15 cm, sendo 10 cm em tijolos e os demais em chapisco, emboço e reboco. Fundo em brita nº 1, em forma de canais interno de modo a escoar os efluentes. Com tampa em grelha de ferro, conforme detalhamento. Com profundidade média determinada pela média do projeto.

b) Execução / Controle:

As áreas de localização das caixas devem ser escavadas, com dimensão no mínimo 50 cm superior para cada uma das faces, além da dimensão projetada da peça. As caixas de areia deverão ser executadas em tijolos maciços, num total de 10 cm (osso) e 15 cm rebocadas. Os tijolos serão assentados com argamassa de assentamento de cimento e areia 1:3 (cimento e areia). No assentamento as peças devem estar umedecidas. Após o período de secagem, superior a 24 horas, devem ser realizados os procedimentos de chapisco, emboço e reboco das alvenarias, que antes da aplicação devem estar umedecidas novamente com o auxílio de uma trincha. Internamente, deve possuir acabamento liso Após a execução do acabamento interno o fundo deve ser limpo, e preenchido com areia, de modo a permitir o escoamento dos efluentes pluviais. As caixas deverão ser construídas com uma distância máxima entre uma e outra de 16m, seguindo posicionamento previsto no projeto de esgoto. Deverão ter tampas de metal, em grelha, para permitir o recolhimento das águas pluviais. Deve possuir profundidades variáveis de acordo com o caimento da rede, de modo a permitir sua destinação à rede pública ou à sarjeta.

Os materiais a serem utilizados devem ser de procedência idônea, e a mão-de-obra de instalação deve possuir experiência comprovada neste tipo de instalação. O material recebido deve ser estocado em local protegido das intempéries, evitando eventuais contaminações ou misturas com resíduos impróprios. Cimentos devem estar protegidos da umidade e da exposição ao sol.

As peças moldadas “in loco” podem ser substituídas por peças pré-moldadas desde que respeitando-se as restrições dimensionais e técnicas apresentadas.

c) Recebimento:

Todas as etapas do processo executivo deverão ser inspecionadas pela Fiscalização, de modo a verificar a execução e o acabamento, devendo estar em conformidade com o projeto. Deve-se verificar o resultado da instalação hidráulica antes do cobrimento das canalizações, a fim de verificar possíveis falhas na execução.

d) Medição e Pagamento:

O preço deverá compreender todas as despesas decorrentes do fornecimento dos materiais, ferramentas, equipamentos e mão-de-obra necessários a sua execução, conforme especificações e recomendações do fabricante, incluindo materiais acessórios, eventuais acabamentos, serviços auxiliares de limpeza e outros serviços complementares, bem como transporte.

A medição será efetuada por unidade de peça instalada, incluindo eventuais acessórios.