Pesquisando materiais e opções de Fitas para Tape Art





Vamos retomar ao assunto das fitas que pesquisamos durante a Construsul 2017, pois estamos em plena etapa de pesquisa de materiais para o desenvolvimento de uma instalação artística para parede para interiores. Nossa pesquisa envolve as características de cada fita, cores e texturas que possibilitarão criar diferentes efeitos no nosso projeto.

Nesse sentido, desde já queremos agradecer ao pessoal da Adelbras, que tão gentilmente nos deu um super kit com fitas banana, antiderrapante, fita colorida, parda, fita reforçada de tecido (tipo silver tape), entre outras. Neste tipo de momento, testar os materiais é fundamental para se obter um resultado de qualidade.

As artes de fitas aplicadas em parede, conhecidas como tape art, estão se tornando cada vez mais comuns sendo uma opção descolada em especial para o público jovem. O que ajuda a garantir este sucesso é o total padrão do DIY – Do it Youself (faça você mesmo). Você não precisa agir com produtos químicos, não faz sujeira, pode ser removido facilmente, não provoca danos às superfícies onde é aplicado.

Os materiais mais comuns relacionados a este tipo de arte são as Washi Tapes (ou fitas de papel de arroz) e as Fitas Isolantes (de instalações elétricas).

A Washi Tape tem vários acabamentos, larguras e cores, mas os custos não são muito atrativos. Partem de mais de R$ 20,00 o rolinho, que por vezes nem tem tantos metros assim. Uma breve pesquisa no google já te dá dicas de onde encontrar. Isso por que é muito mais fácil encontrar on-line do que numa livraria ou loja de artesanato.

E temos as Fitas Isolantes de PVC Antichamas, que tem um custo muito mais acessível – a partir de R$ 3,80 uns 20 metros. Estas são aquelas fitas que se usa para fazer a emenda de fios elétricos. Se você nunca viu, basta ir a uma ferragem que qualquer uma tem este tipo de material. Em geral preta, também pode ser encontrada nas cores branco, verde, amarelo, vermelho, azul, ou seja, a padronagem é bastante limitada. Assim como as larguras, que ficam entre 18 e 19mm. As fitas isolantes são mais maleáveis, devendo ser trabalhadas tensionadas. A cola porém não é feita para a adesivagem de paredes, portanto, podem ceder com o passar do tempo, não deve ser encarado como uma instalação a longo prazo.

Diante disso, voltamos a nossa visita a Construsul, em busca de alternativas. Quando visitamos o stand da Adelbras, a ideia era buscar opções e novos materiais. A realidade das fitas no Brasil é que não há disponível fitas com as quais você consiga fazer desenhos orgânicos ou mesmo segmentos de reta seguidos por curvas num design tipo Zaha Hadid (está aí um mercado a ser explorado). Neste sentido, o que se tem são as fitas isolantes. Conversando, porém, com os profissionais da empresa, percebemos uma série de materiais que podem ser alternativas no sentido de criar texturas em qualquer painel de Tape Art. Seguem alguns dos materiais que podem e merecem ser explorados por quem gosta deste tipo de arte:

– Fita metálica, de alumínio. Este tipo de fita nós vimos na feira, mas não veio no nosso super kit (aliás, se quiserem mandar uma de presente, Adelbrás, agradeceremos!). Ao comprar no mercado, a primeira coisa que você deve observar é se ela está sem amassados. Sim, compramos de um fornecedor para fazer um teste e ela veio amassada, tanto nas bordas quanto no primeiro segmento. Para usar na parede, deve-se tomar um extremo cuidado por que ela é um alumínio com cola adesiva. As larguras destas fitas vão variar de acordo com o fabricante. Nós compramos uma de 25mm. A Adelbrás fornece apenas com 48mm.

– Outro tipo de fita bastante comum, com boa aderência, é aquelas fitas antiderrapantes para pontas de degraus (usualmente vistas em prédios). A textura dela é incrível. Tanto a preta quanto a transparente (parece um perolisado), que ganhamos da Adelbras para testar nas nossas paredes.

– A fita crepe colorida também pode ser uma boa opção, assim como as fitas de demarcação de piso.  Embora não tenham muitas variações de cores, ficam em geral nas cores verde, azul, amarela, branca e vermelha, algumas tem inclusive filtro UV – varia de acordo com o fabricante.

– Somos também muitos fãs das fitas de tecido reforçadas, também chamadas de Silver Tape. Tem aquele acabamento cinza e largura de 45mm.

Ainda não encontramos uma fita com a qual eu consiga fazer um preenchimento, pois toda a vez que colocamos lado a lado, percebemos a emenda de forma muito grosseira.

Outro cuidado que tem que se observar é a incidência de sol sobre a parede. Muita incidência pode acabar com a sua Tape Art se o material for fita isolante, ou se a fita colorida não tiver proteção UV.

De modo breve pode-se perceber que assim como qualquer projeto, a arte com fitas em parede requer estudo detalhado no como usar. Mas ao mesmo tempo, dá pra brincar bastante e desenvolver a criatividade.

Imagens das fitas são próprias. As demais são imagens obtidas do Pinterest.

Equipe Capsula