Laje Pré-moldada em Vigotas Protendidas e Tavela Cerâmica Espessura Total 12cm.

Laje Pré-moldada em Vigotas Protendidas e Tavela Cerâmica Espessura Total 12cm.

Localização: Projeto deve indicar o local onde está sendo utilizado o produto especificado.

a) Especificação dos materiais:

Laje pre-moldada com vigotas protendidas tipo tavela cerâmica, com cobrimento em concreto Fck = 20Mpa, com malha de reforço estrutural, espessura total 12cm.

b) Execução / Controle:

Deve respeitar a seguinte sequência de execução:

Escoramento

Esta é a primeira providência e uma das etapas mais importantes na execução de sua laje pré-fabricada. O escoramento deve ser feito antes da colocação das vigotas, apoiado em base firme. Sob as escoras, utilizar pedaços de tábua para uma melhor distribuição de cargas no solo. Todos os vãos acima de 1,30m devem ser escorados com linhas de escora colocadas no sentido inverso ao apoio das vigas.

Aplicação de Contra-flecha

A contra-flecha é utilizada como um recurso para compensar as consequências indesejáveis das deformações devidas à ação das cargas nas lajes. A contra-flecha, nem sempre necessária, deve ser aplicada na fase de execução do escoramento de acordo com o projeto de montagem da laje ou das medidas de contraflechas aplicadas.

Montagem

Distribuir as vigotas de cada vão de acordo com o sentido e tamanho indicado na planta de montagem. É necessário que elas apoiem no mínimo 5cm sobre o respaldo das paredes ou vigas. Iniciar a montagem com a vigota junto a uma das extremidades da laje e prosseguir a distribuição colocando entre elas uma tavela em cada extremidade. Não deixar folgas e manter a distribuição sempre no esquadro. Colocar o restante das tavelas e marcar os pontos de luz com a colocação de vigotas já furadas ou da caixas de luz. Cuidado, nunca caminhar diretamente sobre as tavelas, utilizar tábuas para transitar sobre a laje até a concretagem.

Nervura de travamento

Para garantir maior estabilidade e reduzir o efeito das deformações, é necessária a execução de nervuras transversais sempre que haja cargas concentradas a distribuir (paredes) ou quando o vão for superior a 4m, exigindo-se duas nervuras se o vão ultrapassar a 6m.

Armadura de Distribuição e Ferragem Negativa

A armadura de distribuição deve ser utilizada em todas as lajes, a ferragem deve ser distribuída no sentido transversal às vigotas com barras na bitola 5mm (3/16″) espaçadas no máximo a cada 30cm. Esta armadura é importante, pois evita a fissuração do concreto de capeamento. A ferragem negativa é utilizada para garantir a situação de apoio das vigas tanto nas laterais como nos apoios intermediários formando a continuidade nos encontros de vigas. Deve ser distribuída no mesmo sentido das vigas.

Concretagem

Molhar muito bem as vigotas e tavelas antes do lançamento do concreto para evitar que as peças absorvam a água de cura do concreto. Utilizar o traço recomendado no projeto de execução e montagem das lajes. Espalhar bem o concreto preenchendo todos os espaços vazios, principalmente nos encontros entre as vigotas e tavelas, garantindo a solidez do conjunto. Molhar a laje durante 5 dias após o capeamento, efetuando assim a cura do concreto. Retirar o escoramento somente 21 dias após a concretagem.

c) Recebimento:

Todas as etapas do processo executivo deverão ser inspecionadas pela Fiscalização, de modo a verificar a locação, o alinhamento, o nivelamento, o prumo, as dimensões e o formato em conformidade com o projeto.  Não podem ser verificadas trincas ou quaisquer irregularidades decorrentes de deformações da estrutura.

d) Medição e Pagamento:

Esse preço deverá compreender todas as despesas decorrentes do fornecimento dos materiais, ferramentas, equipamentos e mão-de-obra necessários à execução da laje pre-moldada, incluindo acabamento e limpeza.

A medição será efetuada por m² (metro quadrado) de lastro de concreto efetivamente executado, apurando-se a área conforme as dimensões indicadas no projeto.